CONTATOS

Graças a Deus a minha felicidade não depende da tristeza alheia. Não preciso destruir a vida de ninguém para construir a minha.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Quando a política começa fazer mal ao político

Vereador Miguel Bianchini
FOTO: Leonardo Rosado
O Vereador Bianchini vive uma crise interna muito grande. O político está dividido, seu coração está entre a espada e o penhasco e a sua alma está incômoda. Bianchini permanecendo no PP, embora tenha muitos aliados e pessoas de valor ao seu lado, o clima parece ser muito pesado e o bombeiro de ferro parece não mais descer na garganta de colegas de partido, de profissão e antigos admiradores, dentro e fora do PP. Bianchini saindo do Partido Progressista viverá uma incerteza e deixará uma sensação horrível de traição e descaminho, aliado a uma desconsideração e falta de fidelidade que dificilmente será superada por ele e sua candidatura.

O momento que vive o vereador Bianchini não é bom. A situação que ainda é controlável tende a caminhar para um final feliz, já que temos dirigentes partidários de cabeça muito aberta e que pensa para frente, o que pode fazer com que o vereador seja levado a uma profunda reflexão e que opte por permanecer no partido o qual ao contrário do que ele (talvez) imagina tem ganhado muito com seu trabalho e participação.

Caso contrário, não havendo entendimento, aconselho que siga o caminho que a política as vezes prepara para o político, pois quando começa fazer mal, é como carne gorda, tem que abandoná-la, embora não seja essa a nossa vontade ou desejo.

Um comentário:

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Prezado Leonardo, sou obrigado a discordar frontalmente de ti. Pelo que tenho observado, o vereador Bianchini está realizando uma profunda e honesta reflexão política, necessária, madura, que deve ser elogiada por todos. Busca alternativas p/continuar na esfera pública com dignidade. Ele, cristalinamente, informa que não está bem num partido que segue e pratica uma linha oposta aos valores que defende. Felizmente, deu-se conta a tempo; que seu exemplo seja seguido.