CONTATOS

Graças a Deus a minha felicidade não depende da tristeza alheia. Não preciso destruir a vida de ninguém para construir a minha.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

O Sonho de Verão de Uma Garota POR Nadine Dubal


O verão está aí. E com ele, costumes que já viraram tradição. Um desses hábitos é acompanhar o concurso Garota Verão. Desde 1983, cada temporada de veraneio tem um significado diferente para centenas de meninas que têm um sonho em comum: ser Garota Verão. Um sonho que pode ser motivado por inúmeros objetivos, como começar a carreira de modelo, ser conhecida, ser referência de beleza, satisfazer a vontade dos pais, divulgar sua cidade e região, elevar a autoestima ou, ainda, ganhar uma boa premiação. Não importa a motivação. O importante é acreditar em si mesma, se empenhar, fazer o possível, o melhor e “correr” atrás do sonho!
Fui eleita Garota Verão do RS em 1995. Confesso que não era meu sonho, mas acabou se tornando um objetivo e um compromisso. Ao aceitar representar o Clube Comercial de São Borja, minha terra natal, conquistar o título municipal, passar pela fase regional e ser classificada para a final, passei a buscar uma conquista não só para mim, mas para minha cidade e minha região, estava me comprometendo com meus amigos, com meus conterrâneos, com aqueles que torciam e acreditavam em minha capacidade e, também, com minha família. Também me comprometi em assumir as responsabilidades que viriam com o concurso.
O Garota Verão é oportunidade! Assim foi para mim. Agreguei conhecimento, troquei experiências, conheci novas pessoas e novos lugares, fiz amigos que conservo até hoje e que fazem parte da minha vida. Conquistei um título sonhado por muitas meninas.
Momento único e indescritível a participação no concurso. Soma-se aí a emoção, alegria e a satisfação do objetivo atingido. Aprendi muito com os incontáveis compromissos da faixa. O Garota Verão me trouxe crescimento, exigiu comprometimento, dedicação, disciplina e responsabilidade.
Para as meninas que se inscrevem no concurso, é preciso saber que o Garota Verão não é um fim, é o início, é um caminho. Mesmo não sendo a grande vencedora, não há motivos para frustrações, pois a experiência é ímpar, deve ser aproveitada a cada momento e é possível colher muitos frutos dessa coragem e perseverança em participar. É preciso sair vencedora a cada situação da vida, um concurso, uma prova, o vestibular, uma relação, uma amizade. Seja qual for o sonho, para os vencedores, muitos são os caminhos. Vencer é possível.
Nadine Dubal

Nenhum comentário: