CONTATOS

Graças a Deus a minha felicidade não depende da tristeza alheia. Não preciso destruir a vida de ninguém para construir a minha.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

JAGUARI: Fraude em licitações e formação de quadrilha envolve prefeito e seu staff

 

O Ministério Público ofereceu denúncia, aceita pelos desembargadores da 4ª Câmara Criminal, contra o prefeito de Jaguari (cassado recentemente e reintegrado ao cargo através de liminar até o julgamento do processo) João Mário Cristófari e um vereador atual e ex-secretários, entre outros que serão nominados no momento oportuno, em face de ter junto de seus homens e mulheres de confiança participado de fraude em licitações, bem como por formação de quadrilha, que atuariam em vários municípios do estado.

O fato é de uma gravidade sem precedentes na história de Jaguari, matéria para a televisão nos próximos dias.

As provas apresentadas incluem escutas telefônicas devidamente autorizadas pela justiça.

A peça acusatória que descreveu os fatos de forma individualizada, apontando a participação de todos os denunciados no intento criminoso, mediante prévio ajuste, com o direcionamento de resultado de licitação, nos áudios, chega ser apontado o valor percentual das fraudes.

Àqueles que estão "cobrando" notícias de Jaguari, está aí, infelizmente o mandatário do município, sendo denunciado por formação de quadrilha, junto com membros da sua administração, de sua extrema confiança como a própria denúncia diz. 

Será este o motivo de tanta comemoração e bombardeio no Município? Será medo de que algo mais venha à tona?

O tempo é o  senhor da razão...

Em tempo: o espaço está à disposição para o contraditório.

Um comentário:

Justiniano de Creta disse...

Nossa querida Jaguari está sendo manchada de sangue, com tamanhas denúncias que eclodiram nesta sexta-feira. Lamentável, que há pessoas que trabalham no seio da administração, se beneficiando de práticas ilícitas para se locupletar. Se for comprovada essas "condutas", que os mesmos sejam condenados nos termos da Lei Penal, e sofram as com sequencias dos efeitos penais: perda do cargo publico, para que sirva de exemplo para as futuras gerações.